Encher-se de amor…

Esta vida está corrida, né? Meu Deus, é tanta informação, tanto corre corre, compromissos, respostas a serem dadas…
Tenho pensado que vivemos o tempo do ‘pra ontem’. Tudo é urgente. Tudo tem que acontecer agora pois se não não será algo útil ou perderá seu valor! Sem falar o tempo que estamos sem fazer nada, por exemplo, que temos a impressão que não estamos sendo valiosos, que valemos aquilo que fazemos ou como fazemos.
Não sei se isso está acontecendo com você, mas comigo está e confesso que é algo que tem me deixado pensativa e inquieta rs
Estava refletindo com meus botões (termo super atual kkkk) e me veio uma frase de Santo Agostinho:
“Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.”
Entendo essa frase como a necessidade de colocar amor em todas as coisas, das mais simples às mais complexas. Como diz São Francisco, devemos “cuidar das pequenas coisas que as grandes se ajeitarão”.
Estou, ainda a pensar, se tenho feito isso. Hoje minha resposta seria não, mas com um desejo grande de transformar essa realidade. Desejo amar os detalhes e amar as pessoas nos detalhes. Buscar na fonte do Amor aquilo que sempre falta em mim e pedir ao Espírito Santo que me ensine a fazer do amor a maior verdade de minha vida.
Jesus olhava no olho, se aproximava, se deixava ser tocado e tocava, parava para ouvir, silenciava, orava ao Pai. Amava a cada um de forma única e completa. Ele pode nos ensinar sobre o que realmente é amar.
Que possamos hoje refletir sobre nossa vida e unir nosso coração à fonte, ao Amor.
Que Maria, filha e mãe do Amor, nos ajude nesse caminho eterno! ♥
Deus abençoe,
com fé, Vanessa
“A medida do amor é amar sem medida.” Santo Agostinho