Eu sei…

Eu sei, as vezes é difícil mesmo…

Por mais que isso que está vivendo pareça pequeno comparado ao sofrimento do seu irmão (pois somente quem vive sabe o peso da cruz que carrega), só você sabe o tamanho da angústia que carrega em seu coração!

Eu te entendo! Tem dias que também estou assim… que não quero nem fugir pois não saberia nem pra onde ir, apenas quero me esconder, ficar quietinha, como se nada pudesse me atingir e incomodar, como uma criança que corre para se esconder quando algo a ameaça, sabe?

Essas nossas lutas diárias, necessárias no caminho, também devem nos fazer pensar. Como li em um livro recentemente¹, não nascemos prontos e vamos nos desgastando, mas nascemos crus e vamos nos construindo. Talvez essas dores sejam das ‘construções’ pelas quais temos que passar, talvez seja a nossa poda (João 15.1-2 ) ou talvez apenas para nos mostrar que ainda que crescidos, devemos ser como crianças para o nosso Pai, totalmente dependente dEle.

Hoje quero partilhar como você para que nesse momento você saiba que tem para onde correr. Que o Pai está te esperando para te proteger, para acalmar seu coração. Escrevo essas palavras na certeza que Ele também vai me acolher, pois preciso tanto, só eu e Ele sabemos. Mas Ele vem e nos sacia da melhor forma, como não imaginamos, de uma forma total e verdadeira.

Aquela angústia começa a passar e a dar lugar ao descanso de quem se sente seguro novamente. Os perigos são pequenos diante da proteção que nos cerca. Ele está conosco e isso basta!

Desejo que o meu e o seu coração se abram ao Espírito Santo para ter a fé como verdade e viver a confiança de viver com Deus e em Deus. Precisamos pedir essa docilidade e humildade de entregar o que tira nossa paz e receber em troca o aconchego no coração de quem mais nos ama e cuida!

Senhor, que possamos correr para Ti e não ter vergonha de buscar abrigo em Ti, com tudo que trazemos, nossos medos, pecados e inquietações. Que possamos verdadeiramente entregar nosso coração e nossa vida de uma forma total, sem reservas ou fingimentos.

Estamos juntos nesse caminho. Nem sempre é fácil, você sabe, eu sei… Mas Ele sempre está conosco, e isso não podemos esquecer jamais.

Que nossa Mãe, aquela que mais confiou em Deus, nos ensine e nos guie nesse caminho, nos leve sob teu manto ao coração de Jesus 

Estamos juntos em oração.

Com amor e esperança, Van 

“O vento está soprando
Mas é Te adorando que venço o mar da aflição” para ouvir e rezar.

 

¹ Mario Sergio Cortella – Viver Em Paz Para Morrer Em Paz

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *