E nunca para de passar…

Nossa relação com o tempo é engraçada.
Queremos que a tristeza passe depressa, e que a alegria dure para sempre.
Queremos que dias ensolarados sejam looongos e que os chuvosos nem tanto.
Quando um dia decisivo se aproxima, por vezes queríamos que ele demorasse ainda mais um mês para chegar.
Mas se é um dia de realização de sonho, ah, esse podia chegar amanhã mesmo 🙂.
Na verdade, além da nossa constante insatisfação, tenho a impressão que, não é o tempo que passa depressa.
É que nesse vai e vem da vida, passamos mais tempo com o que temos que fazer, e talvez nem tanto com o que queríamos fazer.
Essa comum resposta de ‘falta de tempo’ me parece um tanto com ‘não quero tanto assim’.
Nunca vamos controlar o tempo. Ainda bem que é Ele quem o faz. Mas temos em nossas mãos a decisão sobre o que fazer com ele. Somos os protagonistas de nossa vida e não podemos viver a mercê das circunstâncias.
Como naquela máxima: “que não se tenha pressa, mas que não se perca tempo”.
Não sei ao certo o porque esse assunto tem me rodeado tanto. Talvez por que tenha começado a entender o motivo da espera. Ou talvez tenha começado a colher os frutos dela em alguns campos da minha vida.
Ou ainda, porque gostaria de controlá-lo, mas estou aprendendo que a semente plantada em Deus, a seu tempo, florirá. Que assim seja. <3

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *