time to breathe

Conversando com algumas pessoas, tenho percebido como estamos todos em um ritmo acelerado, correndo contra o tempo para dar conta das tarefas do dia-a-dia.

Manter a cabeça ocupada e o corpo em movimento, sem dúvida, se faz necessário e bem para o nosso viver, mas às vezes precisamos parar, frear um pouco esse ritmo.

Conversando com uma amiga, que mora próximo à mim, percebemos que há mais de oito meses não nos vemos. Uma vergonha. Onde já se viu uma amizade assim? O whatsapp não substitui o abraço e os papos por longas e agradáveis horas, mas que na “correria” se transformaram em pequenos diálogos em aplicativos. Triste, não?

Sinceramente, não estou muito afim dessa “correria”, não. Como costumo dizer, eu quero é paz. Aproveitar com simplicidade e calma os momentos que podemos viver e não sofrer depois de perdê-los. Continue lendo “time to breathe”

Sempre

Quando decidimos ter em Jesus o nosso centro, é fato que passamos a ver as coisas de um jeito diferente. Tudo passa a ter sentido, desde o riso, o abraço, até o sofrimento.

O sempre, que Mateus nos fala no final de seu livro, é também sobre os dias não tão fáceis assim. Mas é justamente nesses dias que nos fortalecemos, pois sabemos que Ele tem o controle de tudo, mesmo quando tudo parece sem controle.

Assim, podemos descansar e somente confiar.

Graças por poder contar, sempre, com um lugar seguro.

“Confiar que tudo está acontecendo por algum motivo, é muito mais poderoso do que saber qual é o motivo para que tudo aconteça.” Autor desconhecido 

Todas as coisas…

Inicio este blog com uma sensação de realização misturada com a ansiedade do novo que me espera, também com a concretização deste, que é um dos sonhos antigos, talvez até de menina.

Menina, na verdade, eu ainda sou, talvez não mais na idade, mas ainda nos sonhos e muitas vezes na ingenuidade de ver a vida. Mas assim prefiro ser. E nos momentos que exigirem minha maturidade, madura eu serei (assim espero…rs).  Continue lendo “Todas as coisas…”